Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

HOMEM FICA COM OS DOIS PÉS NA MESMA PERNA APÓS TER MEMBRO AMPUTADO

FORÇA POLICIAL | 12:56 |

O paciente nomeado como Ma, fez uma cirurgia em Zhengzhou, na China central, onde seu pé esquerdo amputado em um acidente de trabalho foi recolocado ao lado do membro da perna direita, para que ele possa andar futuramente.
Na tentativa de preservar a extremidade cortada, os cirurgiões resolveram implantar o pé esquerdo na perna direita do paciente, ao lado de seu pé posicionado “naturalmente”, para permitir que ele se recupere.Cirurgiões usaram artérias e veias de sua perna direita para preservar o pé esquerdo, tudo para que o membro possa ser recolocado em sua perna esquerda em uma data posterior. O procedimento incomum foi realizado em uma tentativa para Ma salvar o pé, dando-lhe tempo para se curar do trauma.
Paciente Ma ficou com dois pés na perna direita após cirurgiões resolverem que método poderia salvar membro amputado, voltando ao lugar de origem posteriormente. Explicando a decisão de realizar o procedimento radical, o médico chinês disse: “Ele caiu em uma máquina e cortou o pé. Foi levado gravemente ferido e precisava ser capaz de andar. Então nós usamos a tecnologia microscópica para manter o pé amputado e esperar que a superfície da ferida se torne estável para manter todos os tecidos vivos.” O médico disse que o procedimento para recolocar o pé no seu lugar de origem deverá ser feito um mês após a operação inicial. Fonte: Daily Mail

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça