Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

BANDIDOS DIVULGAM NOVA LISTA DE PESSOAS PARA MORRER EM TERESINA

FORÇA POLICIAL | 12:51 |

Zona norte de Teresina se transforma em um cenário de guerra; entenda 72 horas, 4 mortes. A zona norte da capital se transformou em um campo de guerra, os traficantes criam suas próprias regras, onde os desafetos são julgados e condenados a morte.
O arsenal no poder desses bandidos é assustador nas redes sociais, eles aparecem com revólver, pistolas de uso restrito da polícia, e a audácia da quadrilha é tão grande que listas de quem deve morrer são prontamente divulgadas, a mais recente contém 19 nomes. No final da lista um aviso: 'Você que está vendo, não divulgue, cada vacilo será cobrado agora sustenta bando de bruxa'.
Em um vídeo divulgado pela polícia, um bandido não identificado, que é considerado um dos líderes de uma violenta quadrilha conhecida como 'betel', e o criador das listas, ameaça a facção rival. Ele manda um recado para um dos chefes do tráfico da Vila Santo Afonso: 'Ronaldo vocês vão morrer se vierem me roubar aqui, vocês vão morrer'.
Os bandidos da zona Norte criaram uma conexão com traficantes e assaltantes da cidade de Caxias no Maranhão que atuam em Teresina. Um dos criminosos gravou um vídeo ameaçando policiais da cidade maranhense: 'A partir de hoje quando vocês triscarem a mão em ladrão vocês vão começar a morrer. Neguim já está cansado dessa policia ficar batendo em ladrão, se nós não topar nele vamos matar a filha dele, o filho, tá entendendo como é o bagulho?'. A policia maranhense investigou e conseguiu identificar e prender o autor das ameaças, ele gravou outro vídeo, dessa vez se retratando e pedindo perdão à policia. 'Eu queria pedir desculpa as policias, eu fiz o vídeo que não era pra ser feito, queria pedir desculpa ao pessoal do quartel'.Segundo o Coronel Lídio, não existe lista e tudo não passa de boatos. “A população reclama que está faltando segurança e nós vamos lá, o meliante não tem força, quem tem força é a lei. Essas pessoas que estão divulgando essa lista é bom tomar cuidado porque nós estamos identificando, essa lista não existe e estão fazendo de má fé, eles serão penalizados”, declarou.O especialista em segurança pública, Coronel Alípio, esteve nos estúdios do programa Bom Dia Meio Norte e falou sobre o caso. “A maioria dessas armas são furtadas ou vem de contrabando do Paraguai para o Brasil. Tem bandidos nessas imagens que possuem armas que dispara 600 tiros por minuto. Houve uma investigação da Polícia Federal em cima de uma senhora que estava trazendo arma do Paraná, estocava em casa e vendia, pelo fato de lá a arma ser mais barata. Esses bandidos estão bem armados, uma pistola dessas dá 16 tiros por minuto, com isso a pessoa tem autonomia muito grande para um tiroteio. Nós precisamos de blitz, diariamente em todos os bairros, só resolve com blitz intensa, não tem outra maneira. Na hora do assalto os bandidos saem de casa por volta das 18h e voltam de manhã, então as blitz tem que ser feitas de madrugada, tem que ser feito essa investigação. A segurança pública tem que estar presente nessas áreas mais carentes, você não está vendo morrer aí nem um chefe de tráfico importante, então os miseráveis que morrem não vão representar nenhuma perda, eles morrem um dia no outro são substituídos. Os chefes de tráfico não ficam dentro das favelas. E eles morrem por falta dos valores, a vida deles não está valendo nada. Também pela sobrevivência financeira, ali um invade a área do outro, ganha mais do que o outro, e aí fica nessa 'rixa' e vingança. Nenhuma dessas armas são legais, existem apenas três lojas especializadas em Teresina que vendem armas para pessoas de bem, para obtê-las, as pessoas fazem exame e um teste de aptidão de tiro, e só depois desses testes o delegado concede o uso da arma”, declarou. RedeMeioNorte

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça