Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Detento se enforca na cadeia pública de Tocantins e deixa carta de despedida

FORÇA POLICIAL | 16:42 |

Na madrugada deste último domingo (21) um detento suicidou na Cadeia Pública de Lajeado (63 km de Palmas). Segundo informações, o prisioneiro identificado como Wender Rodrigues Santana que cumpria pena por furto estava com sua pena vencida e o juiz da Comarca ainda não tinha liberado seu alvará de soltura. Wender deixou uma carta pedindo desculpas ao diretor da unidade, Edinardo, por ter cometido o suicídio.

Na carta feita por ele antes de cometer tal ato diz o seguinte: “Edinardo perdoa a minha falta de palavra com o senhor porque dei a minha palavra para o senhor que não iria mais fazer isso, mas não sei o que acontece comigo, sendo que está tudo bem, talvez vocês pensem que estou fazendo isso para que as coisas andem mais rápido, não realmente não estou bem, não me julguem mal, por favor, o que passa na minha cabeça nem eu mesmo sei, desculpem-me, mas acho que não sou a mesma pessoa, se algo der errado diga para a minha família que amo todos eles.” Essa foi a carta deixada pelo detento. Ninguém da cadeia quis se pronunciar sobre o caso. Repórter Cidades / Plantão PolicialJerry MesquitaWhatsApp(64) 9297 8263

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça