Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

ASSALTO A ÔNIBUS NO RIO GRANDE DO NORTE TERMINA COM COBRADOR ATINGIDO POR DISPARO DE ARMA DE FOGO E ADOLESCENTE INFRATOR LINCHADO PELA POPULAÇÃO:

FORÇA POLICIAL | 12:48 |

No inicio desta semana na zona oeste de Natal, no Rio Grande do Norte, um assalto a ônibus terminou com um cobrador baleado e o assaltante, um adolescente, ferido após ter sido espancado pela população. O assalto ocorreu no final da tarde desta última terça-feira (07) na parada da Amintas Barros com a Avenida 06, no bairro de Dix-Sept Rosado.

De acordo com informações o adolescente entrou no ônibus, anunciou o assalto, pegou o dinheiro e quando o cobrador tentou reagir à vítima foi atingida com um tiro no peito disparado pelo menor. Após o ocorrido o menor foi interceptado por populares que o desarmaram e começaram agredir o autor do roubo. O adolescente foi muito agredido pelos moradores e foi salvo por uma de motociclistas que estava passando no local e impediu que as agressões continuassem.
O capitão Eduardo Palácio, da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) confirmou que o assaltante que foi linchado pela população é um adolescente e que essa seria a terceira vez que ele era pego em flagrante. O capitão disse ainda que o menor infrator é bastante conhecido por praticar vários assaltos a ônibus. O cobrador baleado, identificado como Carlos Alberto da Silva de 46 anos foi encaminhado junto com o adolescente para o Hospital Walfredo Gurgel. Segundo informações dos nossos correspondentes, o cobrador atingido com um tiro no pescoço não corre risco de vida e o adolescente que chegou ao hospital desacordado e muito machucado está em estado grave.Plantão Policial

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça