Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

ERRO MÉDICO;MULHER MORRE DE CÂNCER APÓS PROCURAR AJUDA POR 50 VEZES

FORÇA POLICIAL | 15:42 |

Luisa Guerra, de 35 anos, foi vítima de uma câncer cervical apesar de ter procurado por ajuda médica por pelo menos 50 vezes nos últimos seis anos. De acordo com sua irmã Diana, de 22 anos, os médicos falharam em diagnosticar seu câncer e sempre davam alta para Luisa com diagnósticos simples.
Segundo Diana, Luisa procurou os médicos pela primeira vez por estar com muitas dores nas costas. Apesar disso, os médicos deram alta para a jovem apenas com uma receita de paracetamol. Ao longo de três anos, Luisa visitou diversos médicos em várias cidades vizinhas. Mesmo assim, todos os médicos a liberavam dizendo suas dores eram causadas por causa de uma menopausa precoce e estresse. Segundo Diana, o câncer de sua irmã só foi diagnosticado após ela pagar um médico particular e lhe pedir os exames. Apesar de sua condição regredir, o câncer de Luisa voltou com toda força, fazendo com que ela não resistisse. ? Os médicos tiveram mais de 50 oportunidades para diagnosticá-la e tratá-la, mas não o fizeram. Estou devastada por perder minha irmã, principalmente por saber que ela ainda poderia estar aqui se os médicos tivesse a levado a sério. As informações são do site DailyMail

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça