Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

COVARDE DECEPA AS MÃOS DA NAMORADA E RACHA A CABEÇA DA SOGRA COM UMA PAULADA

FORÇA POLICIAL | 12:20 |

Uma guarnição da policia militar composta pelo tenente Vagno e os cabos Arnóbio e Roberto, foram acionados por volta das 11hs 30 dessa sexta-feira(29) para atender uma denúncia no conjunto Broder Ville, de que um sujeito identificado pelo nome de Eduardo Alves de Souza, de 20 anos, natural de Teresina. teria decepado com golpes de facão, as mãos de sua companheira, uma adolescente de 16 anos.
O fato aconteceu na Projetada 89, nº 560, conjunto Broder Ville em Parnaíba. O acusado ainda desferiu uma violenta paulada na cabeça da sogra, identificada com o nome de Maria Nelza Pereira, de 49 anos. As duas foram socorridas e encaminhadas ao pronto socorro do Heda. De acordo com as informações, a jovem teve suas mãos amputadas e encontra-se internada na UTI daquela unidade de saúde. O acusado empreendeu fuga do local e está na condição de foragido da policia. A delegada Jesus Bastos, solicitou laudo ao hospital para saber a gravidade da ocorrência.De acordo com a polícia militar, o acusado fugiu pelo mato após cometer a prática delituosa. Ainda não foi informado o motivo do crime.
Dona Nelza, com a idade de 49 anos, mãe da adolescente, foi lesionada com uma paulada na cabeça

O acusado Eduardo Alves e a vítima moravam juntos Dra. Jesus Bastos disse que se o acusado livrar o flagrante pedirá a prisão preventiva do mesmo.
Adolescente vítima da violência.
Fonte;Portal Do Catita/Participação Com Fotos;Blog do Pessoa

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça