Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

EM GOIÁS MARGINAL PERIGOSO FOGE DE PRESÍDIO, MATA AGENTE PENITENCIÁRIO E DEPOIS MORRE EM CONFRONTO COM A POLÍCIA MILITAR:

FORÇA POLICIAL | 16:09 |

Na madrugada desta última quinta-feira (25) um agente penitenciário do presídio do município de Anicuns (83 km de Goiânia) foi morto e outro foi baleado durante a fuga de um detento. Segundo informações, o preso identificado como sendo Gleilamar Marques de Oliveira de 37 anos, condenado pelos crimes de homicídio, estupro e roubo estava em uma cela isolada dos outros presos.

Ele cumpria pena por ter matado a enteada de 15 anos em São Luís de Montes Belos e estava há 04 meses na prisão. A fuga iniciou quando Gleilamar teria serrado as grades de proteção da cela e em seguida rendido dois agentes penitenciários. Para sair do local, o detento roubou a arma dos agentes e no momento da fuga atirou contra os carcereiros. Ao sair do presídio o marginal tentou roubar uma caminhonete, mas não conseguiu e terminou fugindo a pé em direção a uma mata fechada.
O agente identificado como João Paulo de Sousa Morais de 36 anos foi baleado na cabeça vindo a morrer no local. Já o outro agente, Fausto Pereira dos Santos, foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) onde foi submetido a uma cirurgia. Segundo informações de médicos de plantão que atenderam vítima, o estado de saúde dele é regular. Diante dos fatos, o Grupo de Rádio Patrulha Aéreo da Polícia Militar (GRAER) foi acionado para auxiliar nas buscas pelo detento. O detento invadiu uma residência na mesma cidade onde fez uma mulher e uma criança como reféns. A Polícia Militar foi acionada pela irmã da vítima que suspeitou que algo estava errado após tentar falar com a irmã inúmeras vezes por telefone e não conseguir. Quando finalmente ela atendeu ao telefone, estava de uma forma estranha e a mulher ouviu também uma voz masculina ao fundo. A PM foi até a residência e fez o cerco, mas o bandido não se entregou e recebeu os militares a tiros.
Em seguida o criminoso saiu com as duas vítimas para fora e foi nessa oportunidade que elas conseguiram escapar e se abrigar em um local seguro obrigando o detento fugir para o interior da residência. O marginal reagiu e houve trocas de tiros que culminou na morte do bandido para alivio da sociedade goiana.
Os reféns saíram ilesos e o bandido foi para o saco. A Secretaria de Administração Penitenciária e Justiça (SAPEJUS) abriu uma sindicância interna para apurar como esse preso conseguiu fugir. A Polícia Civil também investiga o caso. Repórter Cidades / Plantão PolicialJerry MesquitaInformaçõesNaftali Gomes

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça