Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

HOMEM É MORTO A BALA QUANDO VOLTAVA DO PRESIDIO EM LIMOEIRO

FORÇA POLICIAL | 09:32 |

Conforme Relatório Policial nesse dia 02/12/2014 (Terça-feira), por volta das 05h25min, na Comunidade de Sitio Córrego de Areia, zona rural de Limoeiro do Norte-CE,
foi vítima de homicídio a bala a pessoa de Antônio Ferreira Da Costa, vulgo “Tonheiro”, nascido em 14/02/1967, natural de Limoeiro do Norte-CE, residente na referida comunidade, presidiário no regime semi aberto e respondia um Art.121 (homicídio), o mesmo havia acabado de sair do presídio local e estava se dirigindo a sua residência, quando foi abordado por dois indivíduos em uma motocicleta que efetuaram vários disparos contra o mesmo, que veio a óbito no local as RD’s 2700 e 2701, composta sob o comando do Cap Menezes foram ao local e adotaram todas as medidas cabíveis, bem como começaram a diligenciar momento este que se depararam com uma motocicleta Honda FAN 150, de cor preta, placa NUQ-5953, que se encontrava abandonada por trás da Churrascaria Sombra da Tarde, no Mutirão Habitat Brasil, e após consulta no sistema a mesma encontrava-se com queixa de roubo suspeitando-se que a mesma seja o veículo utilizado no Homicídio, a mesma foi conduzida a DPC local para as providências cabíveis.

Fonte;Limoeiro Plantão Policial /Autor Das Fotos Repórter Tom Gurgel

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça