Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Carro é atingido por roda em rodovia no Canadá; veja vídeo

FORÇA POLICIAL | 12:31 |

Um motorista levou um susto enquanto dirigia em uma rodovia em Toronto, no Canadá, na última terça-feira (13). O canadense Andrew Sukhdeo estava voltando para casa do trabalho, quando uma roda de um veículo que estava na sua frente se soltou e, após quicar na estrada, atingiu seu veículo no para-brisas.
Por sorte, o homem saiu ileso do acidente. Imagens do circuito de segurança de seu carro registraram o momento do impacto. As informações são da ‘ABC News’. “Aconteceu tão rápido que não houve tempo para eu reagir ou pensar”, disse Sukhdeo à emissora. No vídeo, é possível ver quando o veículo dele é atingido em alta velocidade pela roda. O impacto é forte e sua câmera chega a desligar. Felizmente, Sukhdeo não sofreu ferimentos. “Espero nunca mais filmar nada assim”, ele brinca. Após o acidente, a polícia rodoviária foi ao local para prestar atendimento ao motorista. Seu carro precisou ser rebocado para passar por reparos. Assista abaixo ao vídeo que mostra o carro do canadense sendo atingido por uma roda:

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça