Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

FAMÍLIA FAZ ÚLTIMA VISITA A BRASILEIRO QUE SERÁ EXECUTADO NA INDONÉSIA

FORÇA POLICIAL | 10:37 |

Neste sábado, os parentes do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, condenado à morte por tráfico na Indonésia, fizeram uma última visita ao condenado, por volta das 15h (horário local). As imagens da família indo até a prisão, em Cilacap, na ilha de Java, onde se encontra o brasileiro, foram divulgadas por uma TV local.

Marco, 53, nasceu no Rio de Janeiro e é instrutor de voo livre. Ele foi preso ao tentar entrar na Indonésia, em 2004, com 13 quilos de cocaína escondidos dentro de uma asa delta. A droga, porém, foi descoberta pelo raio-x do Aeroporto Internacional de Jacarta. Apesar de fugir do aeroporto, Marco foi preso após duas semanas de buscas. O presidente da Indonésia, Joko Widodo, rejeitou um apelo da presidente Dilma Rousseff, com quem conversou por telefone.
Após anos de esforços diplomáticos, a presidente tentou advogar pessoalmente em favor de Marco e de Rodrigo Muxfeldt Gularte, outro brasileiro no corredor da morte do país asiático. Segundo o Itamaraty, os esforços da diplomacia prosseguem, apesar da recusa de Widodo. O assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, disse ontem que apenas um “milagre” pode reverter a decisão e ressaltou que, caso a pena seja cumprida, isso representará uma “sombra” na relação entre os dois países. Se o pedido de clemência não for aceito, Archer será o primeiro brasileiro submetido à pena de morte por um Estado estrangeiro e o primeiro preso executado no governo de Widodo, que assumiu o governo em outubro passado. O fuzilamento está marcado para a meia-noite de hoje (15h em Brasília). Outros cinco condenados também devem ser executados no fim de semana — um indonésio, um holandês, dois nigerianos e um vietnamita.

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça