Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

HOMEM QUE DECEPOU AS MÃOS DA NAMORADA COM FACÃO É MORTO DENTRO DO PRESÍDIO

FORÇA POLICIAL | 12:31 |

O jovem identificado como Eduardo Alves de Sousa, 20 anos, foi morto ontem (01/01) na Penitenciária Mista de Parnaíba.

A VÍTIMA
O corpo foi colocado hoje durante o banho de sol para fora da cela, por outros detentos. Eduardo estava preso há um mês acusado de decepar as mãos da namorada.De acordo com informações de agentes penitenciários, Salustiano Pereira dos Santos Junior, 25 anos, que dividia a cela com Eduardo confessou que teria matado o companheiro de cela. Para os agentes, ele alegou que a vítima teria tentado matá-lo primeiro, tentando enforcá-lo com uma tira de náilon, mas que ele teria conseguido se livrar e a usou para enforcar Eduardo.
O CRIMINOSO
O material usado foi retirado de uma bolsa de viagem. Salustiano Filho é condenado por assalto a seis anos de prisão e está preso há seis meses. Agora também responderá pelo homicídio. Os agentes acreditam que a motivação do homicídio também seja o crime cometido por Eduardo fora da penitenciária. “O fato de ele decepar as mãos da namorada, o que provocou grande comoção social, pode ter gerado revolta nos presos, que não toleram violência contra mulher”, destacou um agente que não quis se identificar. A cela para um preso era dividida por três.

A penitenciária de Parnaíba possui 390 presos hoje e sua capacidade é de 136 detentos. Este foi o primeiro assassinato do ano no sistema prisional do Piauí que em 2014 registrou 19 mortes, sendo 13 homicídios.


Redação: carolineoliveira@cidadeverde.com Fotos: Portal do Catita

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça