Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

VEJA O MOMENTO EM QUE UM IRMÃO PRECISA DO OUTRO

FORÇA POLICIAL | 14:07 |

Todas as Imagens Ilustrativas;Amor com Amor se paga
Em meio a tantas violências a quem nos apegar?Existe uma força maior chamada união com Deus,com essa força você é capaz de fazer o bem sem escolher a quem.
Quando Deus abita no coração do humano,essa criatura passa a entender a razão maior do amor.Exemplos esses serão mostrados no vídeo logo abaixo.Titulo dessa união,Amor se paga com Amor.
“Ajudar ao próximo” é ato voluntário de amor e não precisa ser valorizado por ninguém e, sim por Deus. Requer disponibilidade e devemos encontrar uma forma de ajudar nosso irmão por vezes através de uma mensagem, e-mail, um telefonema, uma palavra simples: "eu estou aqui, se precisares".
Existem pessoas que ajudam para sentirem bem por ter ajudado. Este tipo de ajuda não é desinteressada, genuína ou pura.Acredito no ditado que diz: “O que uma mão da à outra não precisa saber”. É o ato de bondade que você realiza e não precisa espalhar para todo mundo, não é necessário todos saberem que você faz o bem. E não para tirar algum proveito da situação perante aos outros ou querer reconhecimento.
Situação não difícil de encontrar, eis que existem pessoas que quando ajudam alguém se sentem na obrigação de contar a todos: “Vivo ajudando os outros, mas nem sempre dão valor”.Portanto, caso ajude alguém, guarde para você afinal não existe recompensa maior que a gratidão da pessoa a qual você ajudou de alguma forma.Texto Graciela da Cunha

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça