Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

BARBARIDADE;A MÃE QUE CORTOU O FILHO AO MEIO E JOGOU PARA OS URUBUS CONFERSA FRIAMENTE COMO TUDO ACONTECEU

Unknown | 09:04 |

Ana Paula confessa em depoimento que matou o próprio filho e o cortou ao meio.

                                                              Delegado Lucas
“Ela confessa que após o parto cortou o bebê ao meio com uma faca de cozinha. A jovem disse aos policiais que estava sofrendo retaliações do pai dela, porque engravidou cedo, e teria que deixar de estudar para cuidar da criança”.
O delegado relata também que uma irmã da jovem estava em casa e presenciou o crime, contudo, ela nega participação. Uma parte do corpo do recém-nascido foi encontrada na manhã desta sexta-feira (23) próxima a uma capela, localizada no bairro Morro das Onças. A polícia acredita que a outra parte teria sido devorada pelos urubus. Segundo o comandante da Polícia Militar, coronel Luis Gonçalves Albuquerque Lima, a polícia recebeu uma denúncia de populares que relataram a presença de urubus no local. “Quando chegamos vimos que era um bebê que teve parte do corpo devorado pelos bichos. Após informações dos populares, identificamos que a suspeita de cometer o crime era a mãe ”, informou. Lucas Craveiro disse que que Ana Paula deverá fazer exames que identifiquem em que circunstâncias psicológicas ela se encontrava logo após ao nascimento da criança.











Portal A Desgraça Fotos Jornalesp

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça