Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

HOMEM SE ENVOLVE EM ACIDENTE E FOGE DEIXANDO O PRÓPRIO FILHO PRESO AS FERRAGENS

FORÇA POLICIAL | 14:27 |

Adolescente está internado em estado grave; homem não tinha habilitação
A polícia faz buscas na tarde desta segunda-feira (4) na tentativa de localizar o homem suspeito de ter abandonado o filho de 12 anos preso às ferragens após um acidente em Faxinal do Soturno, no Rio Grande do Sul, no último domingo (3). O adolescente foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e está internado em estado grave.
As testemunhas contaram à polícia que pai e filho já haviam se envolvido em um outro acidente minutos antes. O próprio adolescente estava dirigindo o carro quando caiu em um barranco. Um trator retirou o veículo. O pai assumiu a direção e andava na pista pela contramão quando bateu em um veículo.Segundo a polícia, o pai já foi identificado e não tem carteira de habilitação. A polícia acredita que ele tenha fugido do local por esse motivo. O suspeito deve responder pelos crimes de conduzir veículo sem CNH, entregar direção a pessoa não habilitada, embriaguez ao volante, lesão corporal dolosa, omissão de socorro e fuga do local do acidente. No entanto, caso se apresente à polícia, ele não deve ser preso porque não foi detido em flagrante



Carro envolvido em acidente. Mulher que dirigia o automóvel não teve ferimentos graves
R7

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça