Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

BONITÃO ACUSADO DE MATAR 20 PESSOAS USAVA IDENTIDADE FALSA

FORÇA POLICIAL | 10:50 |

Policiais do 8º Distrito Policial descobriram que Reginaldo Campos de Sousa, preso em flagrante na noite desta quinta-feira (11) por volta das 18h, suspeito de assassinar Daniel Silva Fernandes, 23 anos, em um estúdio de tatuagem na cidade de Altos, é na verdade é Maciel Jorge dos Santos, 34 anos, vulgo Nego Maciel, suspeito de pelo menos 20 homicídios na região do Dirceu e tem vários mandados de prisão decretados pelos crimes.

Pelas informações da polícia, ele e outro suspeito, que está foragido, teriam entrado em um estúdio de tatuagem na cidade de Altos, e disparado dois tiros na cabeça de um homem, identificado apenas como Daniel. Antes de disparar contra Daniel, a dupla teria feito um assalto.
O chefe de investigação do 8º DP, Fred Maia, informou que reconheceu Nego Maciel após vê-lo em uma reportagem de TV. “Eu fui até o HUT onde ele estava esperando por uma tomografia, sem algemas. Quando nos viu tentou esconder o rosto, mas ele é um velho conhecido e serial killer”, declarou.
Apesar de ter sido preso em flagrante, Maciel negou a autoria do crime em Altos, mas admitiu que possui inimigos na região do Dirceu e que eles teriam matado seu sobrinho há cerca de um mês. Segundo o chefe de investigação entre as inúmeras tatuagens que Nego Maciel tem, há um palhaço que significaria que ele é assassino de policiais.
Ele ainda deve ser ouvido pela Delegacia de Homicídios sobre outros crimes e deve ser autuado pela morte de ontem e por falsidade ideológica.Fonte: Cidade Verde

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça