Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

BRIGA POR POLITICAGEM TERMINA COM HOMEM LEVANDO CHUMBO E INDO PRA COVA

FORÇA POLICIAL | 17:05 |

Por causa de terras e politicagem, homem é morto com um tiro de espingarda no peito esquerdo próximo ao ombro. O crime aconteceu no início da noite e por volta das 20h de terça-feira (23/09), foi encontrado o homem morto, no povoado Biridibinha na zona rural do município de Cocal da Estação.
A vítima fatal foi identificada pelo nome de José Viana, de idade não revelada. Segundo informações, junto ao corpo uma espingarda engatilhada, um facão na mão da vítima e uma faca na cintura. Mas Viana foi baleado antes que revidasse e morreu. Segundo a polícia, um homem identificado pelo nome de Antônio José da Silva Filho, 19 anos, é genro de Viana, estava no local e foi baleado no abdômen. O mesmo fugiu para dentro do matagal e por isso não foi executado. Antônio Filho foi levado para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) em estado grave.Uma equipe do Posto Avançado do IML de Parnaíba, composta por Robinson Castillo e Luís Beline, foi até a localidade que fica a uma distância em torno de 13km da zona urbana de Cocal da Estação. Segundo o auxiliar de necropsia e policial civil Robinson Castillo, provavelmente o desentendimento tenha ocorrida devido à construção, pela gestão municipal, de duas estradas vicinais que passam pelas terras dos envolvidos. O autor do crime está foragido e testemunhas começaram a ser ouvidas no distrito policial da cidade pela delegada Daniella Dinali.


Proparnaiba.com

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça