Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

LADRÕES RENDEM PASTOR EVANGÊLICO E ROUBAM R$70 MIL DA IGREJA

FORÇA POLICIAL | 16:10 |

Continuam foragidos os suspeitos de terem roubado cerca de R$70 mil de uma igreja evangélica, na manhã de ontem. Ainda durante a tarde, as patrulhas da PM solicitaram as imagens da câmera de segurança para auxiliar da identificação dos suspeitos. A igreja que sofreu o ataque dos assaltantes fica localizada na Avenida Silas Munguba, no bairro Passaré.
De acordo com a Polícia, dois suspeitos armados invadiram a igreja por volta das 11 horas e renderam o segurança que estava na entrada do estabelecimento. Dentro do templo fizeram um pastor de refém. A vítima foi obrigada a entregar o dinheiro que havia sido arrecadado em um evento religioso, no dia anterior. Buscas Policiais integrantes da patrulha 1063, do Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCom-Ronda do Quarteirão), realizaram buscas com intuito de capturar os suspeitos. Equipes do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) também fizeram diligências, mas até o fechamento desta edição os suspeitos não foram identificados. Os últimos ataques em igrejas aconteceram no mês de abril (último), quando dois templos foram alvo da ação de criminosos. Os assaltos aconteceram durante as celebrações em centros religiosos dos bairros Jangurussu e Maraponga. No Conjunto São Cristóvão, em uma ação rápida um homem invadiu uma igreja e anunciou o assaltou. O suspeito fugiu sem ser identificado. Em outro caso semelhante, no bairro Maraponga, cerca de 20 pessoas estavam dentro de uma igreja, quando foram abordadas por um homem armado. Conforme a Polícia, o ladrão trancou as pessoas na igreja e fez um 'arrastão'.Fonte;DN

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça