Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Maníaco que estuprava filho de 4 anos é solto e tenta abusar sogra de 74, em Quixeramobim

FORÇA POLICIAL | 07:43 |

O individuo é o mesmo que tinha sido denunciado por manter relações sexuais com seu próprio filho de apenas 4 anos. Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira, 05, na cidade de Quixeramobim, no Sertão Central cearense, acusado de tentar estuprar a sogra.
O caso foi registrado na Rua Afro Leal, bairro Monteiro de Moraes. Segundo informações da polícia, uma denuncia anônimadenunciou individuo estava cometendo atos delituosos contra sua sogra. Policiais foram acionados para atender a ocorrência onde ao chegar comprovou a veracidade da informação. A vítima foi identificada como sendo uma aposentada de 74 anos ao qual informou aos policiais ter sido violentada sexualmente por seu genro. Segundo informações do inspetor Taylon Ruschel, lotado na Delegacia de Polícia Civil de Quixeramoim, o individuo é o mesmo que tinha sido denunciado por manter relações sexuais contra seu próprio filho de apenas 4 anos de idade.
O inspetor revelou que a aposentada de 74 anos denunciou que o chegou em sua casa embriagado e agarrou, tentando-a realizar o ato sexual. A aposentada ainda informou que se defendeu com um pedaço de pau até a chegada da polícia. Taylon disse que o ato do individuo de ter tentado agarrar a aposentada a força já caracteriza estupro, dessa forma ela foi encaminhada ao IML de Quixeramobim para realizar exames. O acusado é um homem de 33 anos, foi preso e conduzido até a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixeramobim e, em seguida transferido para a Cadeia Pública do município. Redação do portal  com informações do site O Sertão é Noticia

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça