Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

AVÔ VAI PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR O NETO DE APENAS 8 ANOS DE IDADE

FORÇA POLICIAL | 13:32 |

Um idoso de 62 anos foi preso nesta sexta-feira (17). José de Ribamar Barbosa é acusado de estuprar o próprio neto de apenas 8 anos de idade. O garoto sofria abuso quando vinha de Caxias -MA, cidade onde morava com a mãe, em visita ao avô. Após sofrer vários abusos, a criança teve queda no rendimento escolar e ao ser questionado, relatou o caso para sua professora.
Segundo a criança, todas as vezes que visitava o avô, próximo à Estrada da Alegria, zona sul de Teresina, era abusado. A professora chamou os pais para informar a situação e, após exames, o abuso foi constatado. Em trauma a criança disse que não queria mais ver o pai de seu pai. Vale ressaltar que desde o ano passado, o pai da criança, filho de José de Ribamar, denunciava o caso à Delegacia de Proteção da Criança e do Adolescente (DPCA), porém só agora a prisão foi decretada. Segundo o delegado Flávio Rangel, a criança visitava o avô no período de férias escolares e ao retornar de uma dessas visitas relatou os abusos para a professora e para sua mãe. Os pais denunciaram para a DPCA. José de Ribamar Barbosa pode sofrer pena de até 10 anos de prisão, ele aguarda julgamento em regime prisional.
“Ele é meu pai, nunca vai deixar de ser, mas ele tem que pagar pelo que ele fez. Eu quero que a justiça seja feita, depois desse acontecimento, eu vivo tomando remédio controlado, mas Deus está na minha frente. Meu filho está bem, mas esse fato precisava ser esclarecido”, disse Tiago Teixeira, pai da vítima e filho do acusado.Fonte;MeioNorte

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça