Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Suspeito de matar 39 pessoas passou a frequentar igreja antes de confissão

FORÇA POLICIAL | 09:47 |

A polícia de Goiânia prendeu Thiago Henrique Gomes da Rocha, 26 anos, suspeito de matar 39 pessoas entre homens e mulheres. Ao dar depoimento na delegacia, o acusado relatou que tem uma namorada desde agosto e que ela o fez passar a frequentar os cultos da Assembleia de Deus.

A namorada de Tiago teria a fisionomia de 15 mulheres mortas neste ano por um motociclista que aterrorizava a cidade: jovem, bonita e com os cabelos compridos. Detido em uma cela da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), ele é retratado como um homem calado e de poucos amigos. Thiago seria tão reservado que sua mãe não sabia sobre a namorada, a primeira que ele teve, segundo o depoimento dado à polícia. O delegado Douglas Pedrosa, que investiga o caso, afirmou que o acusado mora com o irmão mais novo, a mãe e o padrasto. Ele nunca teve contato com o pai – a identidade não traz o nome dele – e relatou nunca ter sofrido abusos na infância. Além das mulheres Thiago, que trabalha como vigilante, matou também um homem que achava que era gay, por isso o questionamento da polícia sobre os abusos que ele poderia ter sofrido. Diante dos policiais o homem confessou 16 assassinatos, um homem e 15 mulheres. Os crimes aconteceram entre fevereiro e agosto deste ano. O vigilante, acusado de furtar uma arma calibre 38 de seu penúltimo emprego, também confessou ter matado oito moradores de rua. A prisão de Thiago só foi possível com a ação da Polícia que moveu 16 delegados em uma força-tarefa que durou dois meses. A tática do criminoso seria anunciar o assalto, atirar na vítima e fugir na moto sem levar nada. Na casa do assassino, foram apreendidas placas de veículos, uma moto e um revólver calibre 38. O homem segue preso, mas a polícia continua investigando o caso para confirmar, através de provas, que ele é mesmo o autor dos crimes. Com informações Folha de SP.

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça