Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Adolescente morto em troca de tiros com a PM não estava envolvido no assassinato do Capitão

FORÇA POLICIAL | 16:23 |

Ermilson Nogueira de Sousa, 15 anos, foi morto numa troca de tiros com a Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (12), no município de Quixadá. Os policiais estavam empenhados na busca por dois suspeitos de terem executado, algumas horas antes, o Capitão Joaquim Soares Leite, 64 anos. Um número considerável de policiais estava envolvido na operação.
O tiroteio que acabou na morte do suspeito aconteceu no Bairro Campo Velho. Cercado por patrulhas da PM, o adolescente tentou fugir pelo telhado da própria casa e ainda efetuou disparos contra os militares. Acabou sendo derrubado com um tiro certeiro na cabeça. A Delegada da Regional de Polícia Civil de Quixadá, Dra. Anna Cláudia Nery, explicou que o adolescente morto, embora fosse parceiro da dupla acusada de matar o Capitão Soares, não participou do homicídio. ACUSADOS DO HOMICÍDIO Ainda conforme a Delegada, os acusados pelo assassinato do Capitão Soares estão foragidos. Ela avalia que a intenção dos dois era tomar a arma do PM e que a ação foi planejada com antecedência. Por causa da idade avançada do Capitão, os infratores não contavam com a reação do policial. Numa busca na casa de um dos suspeitos foram encontrados um revólver de calibre 38 e a arma do Capitão assassinado. Leitores enviam vídeo do momento em que houve troca de tiros. Veja:

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça