Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

BANDIDOS INVADEM RESIDÊNCIA E EXECUTAM MARIDO E MULHER NA BALA

portal a desgraça | 07:47 |

Um ex-presidiário e sua esposa foram assassinados a tiros na noite desta sexta-feira (21) no município de Riachão do Poço, na Zona da Mata Paraibana. Dentro da residência estavam três crianças que conseguiram se esconder debaixo da cama.
De acordo com a polícia Reginaldo de Paulo, 32 anos e a sua companheira, Vitória Virgínia, 25 anos, estavam dentro de CASA no sítio Areia Branca, às margens da PB-073, quando o imóvel foi invadido por desconhecidos que já entraram atirando. O ex-presidiário foi alvejado com vários disparos e morreu dentro de casa enquanto que as sua companheira ainda conseguiu correr, mas foi perseguida e a CERCA de 50 METROSda residência foi alcançada e executada com vários disparos na cabeça. Durante as investigações a policia descobriu que Reginaldo de Paulo tinha saído do presídio há cerca de três meses onde cumpriu pena por roubo e ao lado da residência dele foi encontrada uma Kombi roubada. Depois que praticaram o duplo o assassinato, os acusados entraram em um veículo e fugiram.

Fonte: Redação

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça