Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

EM SANTA CATARINA CABELEIREIRA É MORTA POSSIVELMENTE POR LADRÕES DENTRO DA SUA CASA:

portal a desgraça | 10:12 |

Na última semana uma cabeleireira foi vítima de um possível latrocínio que é roubo seguido de morte em Três Barras (349 km de Florianópolis). Segundo informações, Miriam Ricardo de Jesus Duffeck de 27 anos foi encontrada morta em sua residência localizada na Rua Francisco Jenzura no Bairro Argentina.
A vítima foi encontrada pelo seu marido, Carlos Welinton Duffeck. Ele teria ido buscar a filha na creche depois de ter saído do trabalho e quando chegou em casa encontrou a esposa caída sobre uma poça de sangue no quarto do casal. Miriam estava com as mãos amarradas e com um corte profundo no pescoço, uma faca foi deixada pelo assassino ao lado do corpo. A filha do casal, uma criança de 02 anos também teria presenciado a cena. A cabeleireira trabalhava no salão que fica anexo à sua casa. De acordo com o responsável pela Delegacia de Polícia de Três Barras possivelmente trata-se de um latrocínio, pois o assassino levou uma quantia não revelada em dinheiro que estava no caixa do salão e o quarto estava todo revirado com as gavetas abertas. A suspeita é de que o indivíduo entrou com o intuito de roubar, mas foi surpreendido pela vítima e com medo de ser identificado o autor acabou matando Miriam. Os peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local buscando evidências para tentar identificar o autor do crime. Testemunhas disseram à Polícia Militar que uma mulher loira teria saído do salão e entrado em um veículo VW Gol de cor vermelha que saiu em alta velocidade. Até o momento duas mulheres que estiveram na casa da cabeleireira momentos antes do crime foram ouvidas. As duas eram clientes da vítima, a loira que estava no Gol vermelho e uma mulher que chegou de bicicleta. Elas relataram que foram no salão no dia do crime, porém ambas não encontraram a cabeleireira e foram embora. Impressões digitais foram colhidas no local do crime e também na faca utilizada para matar a vítima. A Polícia Civil já tem o nome de alguns suspeitos, eles descartaram qualquer possibilidade de crime passional, vingança ou relacionado a dívidas, já que a vítima era uma pessoa bem relacionada na comunidade e não tinha inimigos além de ser religiosa e viver em harmonia com o marido. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Três Barras e pela Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Canoinhas em Santa Catarina
Por;Plantão Policial

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça