Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Filho de ex-vereador e encontrado sem vida em Tamboril

FORÇA POLICIAL | 10:46 |

Na tarde desta terça-feira (04), foi encontrado por populares, o corpo sem vida do filho do ex-vereador por Tamboril Zé Grande, e primo do vereador Geovane do PT. José Almir Alves de Sousa, de apenas 32 anos, havia saído pra casar como costumeiramente faz. A família percebeu que o mesmo estava demorando a retornar pra casa e ficaram preocupados.

Alguns parentes resolveu procura-lo e acabaram encontrando o corpo do mesmo caído ao solo. A policia foi acionada, e deslocou-se pra atender essa ocorrências, segundo o delegado Dr. Sidney, o corpo estava em um local de difícil acesso, e distante cerca de 03 quilômetros do assentamento Monte Alegre. José Almir, havia caído de uma base de pouco mais de 03 metros feita em cima de uma arvore, chamada pelos caçadores de “tocaia” que seria usado pra esperar os animais a serem abatidos durante a caça. Na queda, a espingarda calibre 20 disparou, atingindo suas nádegas e parte das costas, José Almir caiu em um local cheio de galhos de arvores e pedras, na queda ele ficou com parte da face desfigurada devido a uma forte pancada.Em conversa com o blog o Delegado Dr. Sidney disse que os procedimentos cabíveis foram adotados e o corpo do mesmo foi conduzido para o hospital de Tamboril e posteriormente para o IML. José Almir era casado, mas não tinha filhos. Vale salientar que a ocorrência, ela foi atendida pelas Policias civil e militar na pessoas do delegado Dr. Sidney Lira, inspetores Marcelo, Manoel e Ricardo, Sargento Gomes, Soldados Hermínio, Silva e Gildenberg. Fonte: Blog do Manuel Sales

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça