Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

HOMICIDA FOI MORTO A TIROS NA FRENTE DA ESPOSA EM TERESINA

portal a desgraça | 08:37 |

Um homicida bastante conhecido na região do grande Dirceu foi assassinado a tiros na frente da esposa no bairro Renascença, zona Sudeste de Teresina. O homem identificado como Armando Douglas da Rocha foi executado devido a um possível acerto de contas por outros elementos. A vítima estava com sua mulher identificada como Andréia Márcia Lopes da Silva no momento do crime que também foi atingida mas foi levada para o hospital da região.

Segundo informações do policial da área, o depoimento da sua esposa será fundamental para a captura dos autores. "Quando chegamos no local nós encontramos o Armando já morto e a Andréia feria, ela foi socorrida e levada para o Hospital do Dirceu, segundo informações ela não corre mais risco de vida, o estado dela é estável e aguardamos a sua melhora para colher o seu depoimento porque ela foi a pessoa que vivenciou a ocorrência, e ela vai dar as diretrizes de quem foi", declarou. Ainda de acordo com o policial, Armando foi vítima de um possível acerto de contas. "O Armando era um rapaz que de vez em quando matava uns inimigos na região, não sei por qual motivo mas o certo é que ele se envolveu em alguns crimes. Inclusive ele foi o cara que matou o 'índio', que era bastante conhecido na região. O fato é que estamos na rua para pegar quem mata bandido ou quem mata cidadão, nós não estamos aqui para julgar", falou.Fonte;MeioNorte

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça