Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

PRESO QUE FUGIU DE DELEGACIA NO CEARÁ TROCA TIROS COM A POLÍCIA E ARRUMA AS MALAS

FORÇA POLICIAL | 09:47 |

Quatro pessoas que estavam reclusas, sob custódia do Estado conseguiram escapar, na noite de anteontem. Os incidentes aconteceram na Delegacia Metropolitana de Itaitinga, de onde um detento foi resgatado; e na Cadeia Pública de Aquiraz, de onde três presos fugiram. Na tarde de ontem, o fugitivo de Itaitinga acabou morto, em um confronto com a Polícia. Cinco suspeitos de participarem de seu resgate foram capturados.
De acordo com informações do delegado Jairo Pequeno, diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Francisco Xavier Neto, 21, respondia por homicídio, roubo de veículo, corrupção de menores, receptação e porte ilegal de arma. Na noite de terça-feira, um familiar dele teria chegado à Delegacia dizendo que iria deixar uma pizza. Quando o inspetor, que estava de plantão sozinho, abriu a porta foi surpreendido por outras quatro pessoas. "Eles renderam o inspetor e o algemaram. Os outros seis presos que estavam no local não conseguiram escapar. O bando ainda efetuou disparos. Foram embora e deixaram o policial algemado", disse o diretor. O delegado informou que uma operação foi montada pelos policiais do 30ºDP (São Cristóvão). Na tarde de ontem, os policiais foram até a casa onde Xavier morava, no Conjunto Palmeiras e o encontraram lá. "Quando ele viu a aproximação dos policiais, começou a atirar. Houve um confronto dentro da residência e ele acabou morto. Na casa foram encontradas uma pistola. Duas outras pessoas que estavam no local e participaram do confronto foram presas e encaminhadas ao 30ºDP", informou Jairo Pequeno. Cinco outras pessoas suspeitas de terem participado do resgate foram detidas, em um outra operação montada pela equipe 01 da Divisão de Combate ao tráfico de Drogas (DCTD) com o apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Texto;Márcia Feitosa Repórter Diário Do Nordeste/Fotos rede social

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça