Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

TENTOU MATAR A ESPOSA A TIROS E ACABOU SENDO DERRUBADO POR DESCONHECIDO COM UM TIRO NA PERNA

portal a desgraça | 08:11 |

Em Mossoró;O Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (CIOSP) Mossoró, registrou mais um crime de tentativa de homicídio na cidade por volta das 15:30 desta quarta feira 19 de novembro de 2014. Uma briga entre casal por pouco não acaba em tragédia na Rua Cicéro Luiz de França no Bairro Pirrichil.
Segundo iformações da esposa da vítima a Sra. Maria Santana Filho 57 anos, após muitas discussões ela resolveu ir na Delegacia da Mulher e registrou queixa contra o mesmo querendo a separação, e que ele saísse de casa. Por volta das 11:00hs de hoje após saber que a mulher tinha prestado queixa contra o mesmo houve uma acirrada discussão entre ambos, oportunidade em que a senhora Maria Santana teria jogado uma panela de doce quente contra seu esposo identificado como José Alves de Assis 46 anos de idade. Após isso o mesmo foi embora jurando vingança. Já na tarde de hoje ele voltou para cumprir a promessa e disparou contra a Sra. Maria Santana por três vezes e por sorte da mesma ela não foi atingida. Um popular que ia passando na rua e presenciou a ação criminosa atirou contra José Alves que foi atingido no fêmur direito e socorrido por uma ambulância do SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia. O mesmo será autuado por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio e terá muito tempo para pensar na besteira que fez na cadeia.




Fonte;Passando Na Hora

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça