Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Vídeo mostra momento exato em que mulher pula do 10° andar de um prédio no Recife

FORÇA POLICIAL | 10:07 |

Na manhã desta quinta-feira (13) na capital do Pernambuco, Recife, Elizabeth de Andrade de 67 anos cometeu suicídio pulando do 10° andar do prédio em que morava no bairro da Torre, zona de prédios luxuosos de Recife. De acordo com informações o Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local para realizar os procedimentos de praxe e tentar salvar a vida da mulher que estava totalmente desequilibrada e prestes a pular do prédio.
Após horas de tentativas por parte dos Bombeiros e de Policiais Militares, a mulher surpreendeu a todos e se jogou da janela de seu apartamento caindo ao lado da piscina do Edifício Solar Áurea Bayer. O caso mobilizou e chocou todos que estavam passando pelo local . Um internauta do Plantão Policial relatou a nossa redação que ele ficou preso no engarrafamento que foi gerado e presenciou toda a situação – “Peguei um grande engarrafamento e vi a mulher na sacada e nesse momento fiz uma oração pedindo a Deus que a salvasse, mas infelizmente não fui atendido, uma pena e que Deus tenha misericórdia dessa alma, pois quando vi a cena da mulher na sacada do prédio e um monte de Bombeiros, acreditei por alguns instantes que ela seria salva...” disse à testemunha que estava no local e presenciou o fato. Informações obtidas pelo Plantão Policial dão conta que a muher sofria de profunda depressão. Um vídeo obtido com exclusividade pela redação do Plantão Policial mostra o momento exato que a mulher pula do prédio e tira a própria vida.

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça