Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

06 PESSOAS FORAM EXECUTADAS EM MENOS DE 24 HORAS APÓS MORTE DE SARGENTO DA PM

FORÇA POLICIAL | 18:00 |

Nesta última terça-feira (16) após assassinato de sargento da Polícia Militar 05 homens foram executados a tiros em menos de 24 horas em Rondonópolis (214 km de Cuiabá). Segundo informações, o sargento da PM Aelson Alves de Souza de 48 anos teria acabado de encerrar o serviço no quartel por volta das 21h, estava indo embora para casa em uma motocicleta, quando na Rua Casemiro de Abreu, no bairro Jardim Buriti foi surpreendido por 04 tiros.
O sargento ainda estava fardado e foi socorrido por uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Testemunhas disseram que o sargento reduziu a velocidade da moto para passar em uma lombada quando foi baleado pelas costas sendo atingido na nuca, nas costas e na cabeça. Os criminosos que estavam em uma motocicleta fugiram sem levar nada. Logo após, por volta das 01h30 moradores do bairro Pedra Preta acionaram a polícia após ouvir barulho de tiros. Ao chegarem no local os militares depararam com o corpo de Pedro Carneiro de 34 anos já sem vida, o indivíduo tinha várias perfurações de bala. Meia hora depois os policiais foram acionados no bairro Vila Mamed e deram conta de um outro assassinato, sendo encontrado o corpo de Afonso Guilherme Fantine de 22 anos, também com perfurações de bala. Minutos depois, Anderson Carvalho de 37 anos foi morto no bairro Jardim Marajá. Relatos de testemunhas informaram aos policiais que homens em uma motocicleta Honda Twister e em uma caminhonete aproximaram da vítima e efetuaram os disparos. Anderson já teria sofrido uma tentativa de homicídio há uma semana. Já por volta das 05h da manhã, Thiago Fidelix conhecido popularmente como “Xaropinho” foi morto com tiros na cabeça no bairro Jardim Buriti. A 5ª vítima foi identificada como Paulo César de Oliveira de 34 anos que foi morto com vários tiros no peito na Rua da Saudade no Jardim Iguaçu. Segundo testemunhas, a descrição deste crime é similar em outras ações, pois dois homens de motocicleta se aproximaram do alvo e dispararam. A PM não descarta que os crimes sejam acerto de contas, pois todos aconteceram próximos a ponto de venda e uso de drogas. A Polícia Civil está investigando se os casos têm alguma ligação com a morte do sargento e trabalha na identificação dos autores dos crimes.





Repórter Cidades / Plantão Policial

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça