Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

AVIÃO COM 162 TRIPULANTES A BORDO DESAPARECE NA IDONÉSIA

FORÇA POLICIAL | 07:44 |

O voo QZ-8501 da AirAsia com 155 passageiros e sete tripulantes a bordo desapareceu dos radares dos controladores de vôo na manhã deste domingo, por volta das 6h (horário local), após decolar da Indonésia com destino a Cingapura, informou a CNN.

Segundo a companhia aérea de baixo custo AirAsia estavam a bordo: 156 indonésios, três coreanos, um malaio, um cingapurense e um francês. Ente os passageiros há seis menores e um bebê de poucos meses. O avião, um Airbus A320-200, perdeu contato com a torre após uma decolagem normal e deixou funcionários intrigados. A companhia aérea asiática e o Ministério dos Transportes da Indonésia confirmaram que já existe uma missão de resgate preparada para iniciar as buscas na rota de vôo prevista para a aeronave. Em um comunicado oficial, o Ministério informou que perdeu contato com a aeronave 40 minutos depois da decolagem, quando o avião sobrevoava a região sudoeste da ilha de Bornéu. O vôo da AirAsia partiu do Aeroporto Internacional Juanda, em Surabaia, às 5h20 (horário local) com destino ao país vizinho e, de acordo com informações da emissora local Metro TV, há passageiros dos dois países à bordo. Esse é o segundo grande voo comercial de passageiros que some após decolar de um aeroporto asiático em 2014. No dia 8 de março, um avião da Malasya Airlines desapareceu sem deixar rastros após decolar de Kuala Lumpur, na Malásia, com destino a Pequim (China). Os 239 passageiros que estavam abordo e a aeronave continuam desaparecidos até hoje.R7

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça