Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

MULHER MATA COMPANHEIRA A GOLPES DE MACHADO E AINDA DUAS CRIANÇAS, UM DE 09 E OUTRA DE 01 ANO E 09 MESES:

FORÇA POLICIAL | 10:04 |

Uma verdadeira chacina ocorrida na madrugada desta última segunda-feira (15) chocou a população de Cumaru do Norte no estado do Pará (753 km de Belém). Uma mulher identificada como Joana D’arc de Farias de 48 anos matou de forma fria e cruel com golpes de machado e enforcamento a sua companheira, Rosilene dos Santos de 37 anos e seus filhos Leonardo Santos de Araújo de 09 anos e Amanda Vitória Vieira de apenas um 01 ano e 08 meses de idade.
De acordo com informações, as duas mulheres mantinham um relacionamento há cerca de 05 anos e o motivo da briga que levou a morte foi ciúmes da vitima. As duas se conheceram e passaram a se relacionar dentro do Presídio de Redenção, onde Joana D’arc cumpria pena por homicídio por ter assassinado o companheiro a golpes de picareta e Rosilene pela acusação de tráfico de drogas. Depois que as duas cumpriram pena ambas decidiram morar juntas. No dia do crime as mulheres passaram o dia bebendo e durante a noite, inicio da madrugada, começaram a discutir e a vítima chegou a pegar um facão e tentar agredir a companheira. Foi quando Joana armada com um machado desferiu um golpe na cabeça de Rosilene e ao perceber que ela estava morta ainda amarrou suas duas mãos com fita isolante. Em seguida foi para o quarto onde estava dormindo as crianças e matou as duas com golpes de machado e enforcamento. Logo após cometer todos esses crimes, a acusada fez uma pequena mala e logo pela manhã embarcou em uma van e foi para a cidade de Redenção e pretendia fugir para o Araguaia. A autora foi localizada pelo serviço de inteligência da Polícia Militar de Redenção, que logo cedo foi informada do bárbaro crime e da fuga da mulher. A assassina foi presa por uma guarnição da Polícia Militar quando tentava vender ouro. Após ser detida, ela foi interrogada sobre o porquê matou as duas crianças, em depoimento ela não soube explicar e disse que não sabe por que cometeu o crime. “Eu não sei o que me deu na cabeça para fazer tais coisas, as crianças estavam dormindo, eu não sei explicar, pois eu gostava das crianças’’, relatou a autora. Após o procedimento policial, ela foi encaminhada para o Presídio de Redenção, onde vai responder pelo crime de triplo homicídio. Segundo informações da Policia Militar, em 2007 , Joana D’arc matou o marido a golpes de picareta na cidade de Xinguara, crime pelo qual estava respondendo em liberdade condicional após ser condenada a sete anos de prisão. Ela foi libertada após cumprir 3 anos da pena no Centro de Recuperação Regional de Redenção. Após ser ouvida pelo delegado e colocada na cela, a acusada lamentou o fato dizendo : “Que loucura que eu fiz na minha vida, agora vou passar muitos anos na cadeia, eu sou capaz de fazer uma besteira, mas não vou ficar o resto da minha vida no presídio não”. Disse a autora dentro da cela. Ela não precisa fazer besteira alguma, que no Brasil não tem punição. Repórter Cidades / Plantão PolicialNaftali Gomes


Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça