Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Naturalista que desistiu de ser engolido por cobra pede ajuda em vídeo; assista

FORÇA POLICIAL | 16:48 |

O naturalista e cineasta Paul Rosolie, que seria engolido por uma anaconda em um episódio do programa "Eaten Alive", exibido pela Discovery Channel, pediu socorro a equipe de apoio e cancelou a experiência. Mesmo a pedidos contrários, Rosolie deu sequência à proposta e foi engolido vivo por uma sucuri de 7,6 metros, usando um traje especial, e resgatado logo em seguida.
Apesar da roupa especial, Paul não aguentou mais de que dois minutos. Ele teve a cabeça mordida pela cobra e pediu ajuda. "Não estou sentindo meus braços", disse. O anúncio do programa recebeu várias críticas e, inclusive, um abaixo-assinado por abuso contra animais. Assista abaixo ao vídeo que retrata o momento em que ele é 'engolido':Foi criado um suspense em cima desse episódio e que acabou gerando frustrações nos telespectadores. Depois de Paul desistir, o episódio virou piada nas redes sociais. Rosolie estava equipado também com uma reserva de oxigênio, equipamentos de segurança e diversas câmeras. Apesar de dizer que a cobra passa bem, os ativistas afirmam que o réptil passou por maus tratos e pode ter sofrido danos físicos, visto que o naturalista mede o dobro do tamanho de uma presa comum da cobra e, ainda, que ela teria gastado suas energias dedicadas à alimentação.“Que vergonha para este pseudo especialista em vida selvagem atormentar este animal, e vergonha do Discovery Channel de dar-lhe o incentivo para fazê-lo. Anacondas ficam dias sem comer e gastam a energia necessária para fazê-lo seletivamente. Fazer essa cobra usar a energia engolindo este tolo e, possivelmente regurgitá-lo, teria deixado o pobre animal esgotado”, disse Delciana Winder, advogada da fundação PETA. Rosolie, por sua vez, disse que preza pela saúde da cobra. "Por mim, não estava com medo. Testamos a roupa e eu sabia que estava indo para um lugar seguro. É estranho os ativistas ficarem contra mim, que sempre fui uma pessoa preocupada com os animais. Quis fazer algo chocante para chamar a atenção de todos sobre essa espécie de cobra, mostrar como são e como vivem", disse. O documentário foi ao ar no Discovery Channel, nos Estados Unidos, neste domingo (7).

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça