Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

VEJA O DIA EM QUE A PAIA DO MACEIÓ VIROU UM MAR DE GENTE

FORÇA POLICIAL | 08:05 |

Desde que começou a receber em grande escala, visitantes de outras cidades, a Praia do Maceió nunca havia registrado um número tão grande de pessoas como nesta quinta-feira, primeiro dia de 2015.
Aproximadamente 100 ônibus, dezenas de vans, centenas de motos e veículos particulares "invadiram" a mais famosa praia da cidade a partir das 07:00h da manhã. Por volta das 11:00h, não tinha mais como um simples carro fazer uma manobra dentro da vila, tamanha era a quantidade de veículos e pessoas. A área de banho ficou lotada de banhistas, o que fez com que todas as barracas ficassem cheias de gente em busca de bebida e alimentação. Nem mesmo os "exibidos", em suas motos e quadriciclos, se atreveram a tentar dessa vez ocupar o lugar do público, já que nem espaço pra eles sobrou. A Superintendência de Trânsito (SUTRAN) esteve durante todo o dia orientando os motoristas que adentravam as pequenas e apertadas ruas do lugar. "Nunca na história dessa praia recebemos tantos turistas", disse um dos barraqueiros. Por outro lado, era visível a falta de educação de alguns, que insistiam em jogar latas, garrafas e restos de comida na areia. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura, uma força-tarefa foi acionada para fazer a limpeza do local no início da manhã desta sexta-feira (02), que também promete ser movimentada, assim como o sábado e domingo.









Postado por Tadeu Nogueira Camocim Online

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça