Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

USUÁRIO DE DROGAS ROUBA ARMA DE POLICIAL E VENDE PARA TRAFICANTE

FORÇA POLICIAL | 08:48 |

Nesta quarta-feira (14/01), policiais da motorone prenderam um homem identificado como Fredson, de 39 anos, acusado de roubar a arma de um policial aposentado em Teresina e vender em uma boca de fumo na cidade de Timon.

Segundo informações do cabo Aquino, o homem foi encontrado após buscas feitas na região. “Nós recebemos a denúncia de que um rapaz entrou em um comércio de um policial civil, se aproveitou do descuido dele e levou a sua arma que estava guardada no ambiente. Um policial militar amigo da guarnição pediu para darmos apoio nessa ocorrência e conseguimos pegá-lo. Nós fizemos umas indagações a ele e ele informou que tinha vendido a arma na cidade de Timon para um traficante”, disse o cabo. A polícia se deslocou até a residência do receptador da arma, mas o mesmo conseguiu empreender fuga. “Ele informou onde era a casa, nós fomos atrás e na chegada o acusado se evadiu do local. Nós iniciamos uma perseguição, mas não conseguimos, e vasculhando a residência nós encontramos uma grande quantidade de entorpecentes, dinheiro, e um foguete usado provavelmente para avisar a chegada da polícia na área. Ele informou também que vendeu a arma por R$ 300 reais”, afirmou o cabo Aquino. O acusado, admite a ocorrência. “Eu entrei, roubei a arma do policial e vendi para outro rapaz, mas eu não conheço ele, só me indicaram dizendo que ele ia comprar. O nome dele eu não sei, mas o apelido é 'tijé'”, declarou.
Fonte;MeioNorte

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça