Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

NA PARAÍBA PROFESSORA TEVE A CABEÇA ESMAGADA APÓS ACIDENTE.

FORÇA POLICIAL | 22:50 |


 VÍTIMA FOI IDENTIFICADA COMO MARIA NÉLIA DA VITÓRIA LIMA DE 49 ANOS 

No início da manhã desta quinta-feira (19) uma mulher de 49 anos morreu após ser atropelada por um ônibus coletivo na Avenida Epitácio Pessoa em João Pessoa. De acordo com a assessoria de comunicação da Superintendência de Mobilidade Urbana (SEMOB), a vítima identificada como Maria Nélia da Vitória Lima estava transitando em uma motocicleta pela avenida quando ao tentar ultrapassar um carro acabou perdendo o controle da moto e caiu embaixo do coletivo que vinha no outro lado da pista. Em seguida a vítima teve a cabeça esmagada pelo ônibus e morreu na hora. O motorista do veículo ficou em estado de choque e teve que ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado ao Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena na capital. A vítima era professora de filosofia de uma escola particular localizada no bairro dos Estados. Seu corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia de Acidente de Trânsito de João Pessoa apura as causas do acidente.

CENAS FORTES:

 A VÍTIMA TEVE A CABEÇA ESMAGADA POR UMA DAS RODAS DO VEÍCULO DE TRANSPORTE


 MARIA NÉLIA TEVE MORTE INSTANTÂNEA
A VÍTIMA CAIXA EMBAIXO DO ÔNIBUS DE TRANSPORTE COLETIVO

Fonte:Caldeirão do Crime/Repórter Cidades/Plantão PolicialJerry Mesquita

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça