Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

DOCUMENTÁRIOD“PEDALANDO NO SERTÃO” CONTA A VIDA DE UM MISSIONÁRIO GUIADO POR DEUS

FORÇA POLICIAL | 08:40 |

O trabalho do Pastor Ubiratã Souza no sertão nordestino vai ser contado em um documentário. Nos últimos anos o religioso tem passado pelo sul do Piauí e pelo oeste da Bahia pedalando sua bicicleta para anunciar a mensagem do Evangelho. O ministério do pastor Ubiratã atende principalmente os mais carentes, chamado que ele recebeu aos 22 anos de idade depois de ter uma experiência espiritual que mudou sua vida. “Quando ainda era jovem, Jesus me apareceu.
Vi Suas mãos, Seu sangue e demônios correndo. Desde esse dia não parei mais de pregar o evangelho; dizer que Cristo é o salvador de nossas vidas e que grandes coisas Deus têm feito por nós”, relatou ele ao site Lagoinha.com. Ubiratã resolveu comprar um chapéu e escrever “Ao Deus Desconhecido”, inscrição inspirada no versículo 23 de Atos 17 que diz: “Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio”. Por onde passou com sua bicicleta o pastor pode anunciar a Palavra de Deus, orar e ver milagres acontecendo. Muitas pessoas se converteram e foram batizadas depois de serem evangelizadas por ele. O cineasta Ricardo Reis conheceu o pastor Ubiratã durante uma conferência da Igreja Cristã da Família e se interessou pela história. Ricardo se juntou com alguns amigos e juntos realizaram o documentário “Pedalando no Sertão” que contam mais sobre este ministério. Matheus Ortega, Saulo Augusto, Afonso Flores, Bruna Manzoli, Vanessa Laitano e José Nilson Rodrigues fazem parte desta produção que conseguiu arrecadar verbas não só para a gravação e edição do documentário, como conseguiu levantar R$ 50 mil para missionários do sertão. “Por meio deste filme, conseguimos realizar o sonho de retratar a história de um verdadeiro homem de Deus. Não contávamos com recursos para realizar uma mega produção, no entanto, contamos com a força de vontade e talentos de todos os envolvidos”, disse Matheus Ortega que dirigiu o documentário.

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça