Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

MÉDICO LEGISTA VAI ATENDER OCORRÊNCIA,AO CHEGAR NA CENA DO CRIME DESCOBRE QUE O HOMEM ASSASSINADO A TIROS ERA SEU PAI

FORÇA POLICIAL | 12:59 |

O médico legista Igor Calegari que estava de plantão no Instituto Médico Legal (IML) em Teresina descobriu, ao chegar ao local do crime, que o homem assassinado na manhã desta quinta-feira (7) na Zona Leste da capital era o seu pai.
Isael Alves Pereira, 69 anos, foi morto a tiros por volta na Rua Arêa Leão quando ia a uma clínica de fisioterapia onde fazia tratamento. O veículo era conduzido por outro filho do empresário e foi abordado por um homem que estava em uma motocicleta. Emocionado, Igor Calegari não quis falar com a imprensa. Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar estiveram no local do crime e a Delegacia de Homicídios também foi acionada. Familiares do empresário estavam bastante abalados. O filho da vítima que dirigia o veículo ficou em estado de choque. “A vítima estava no bando do carona. Eles haviam saído de casa para ir a uma clínica. A informação que temos é que quando o veículo parou no semáforo uma moto passou ao lado e o piloto efetuou os disparos contra o empresário. Estamos investigando se esta moto já vinha seguindo eles. O filho ainda está muito abalado e não conseguimos apurar muita coisa, mas ele falou que não foi dada voz de assalto”, disse o delegado Higgo Martins. Logo após o crime, a polícia saiu em busca de imagens das câmeras de vigilância de alguns estabelecimentos localizados próximo a rua onde o empresário foi assassinado. "Já vimos as imagens e os disparos foram efetuados por um homem que estava em uma moto. Foram de dois a três tiros", relatou o major Raimundo Junior. Um amigo da vítima que esteve no local informou que o empresário foi por muito anos diretor da Antarctica em Teresina e tinha uma distribuidora de bebidas no Amapá. A vítima também era proprietária de uma distribuidora de gás de cozinha na capital. A polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação para o crime.





Fonte: G1 PI/Fotos: Jailson Soares/O Dia

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça