Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Quadrilha que matou cearense espancado é presa no Piauí

FORÇA POLICIAL | 13:06 |

A quadrilha que matou um taxista cearense durante um espancamento no dia 4 de julho, no Jardim América, foi presa na madrugada desta quarta-feira (6), no Piauí. Um dos suspeitos foi detido em flagrante, mas as investigações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontaram para outros três envolvidos que estariam envolvidos na ação delituosa.
De acordo com o delegado Ricardo Romagnolli, a vitima, José Airton Rodrigues Almeida, 51, foi até um bar no dia do crime e teria conversado com a namorada de um dos suspeitos, Jobson Marinho Félix, 24. A conversa não agradou Jobson, que agrediu o taxista ainda no bar. José Airton ainda pediu desculpas e foi para casa. Mas o suspeito resolveu seguir o homem de 21 anos com mais três amigos. Testemunhas disseram à Polícia que José Airton chegava em casa quando foi abordado pelo grupo e foi brutalmente espancado. Os homens de idades entre 24 e 33 anos agrediram o taxista com chutes na cabeça e no rosto. A vitima foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. No primeiro momento, a DHPP realizou a prisão de Jobson, mas os outros homens fugiram e a Polícia teve acesso à informações de que o trio estava em Campo Maior, no Estado do Piauí. A DHPP, em parceria com a delegacia da localidade, cumpriu o mandado de prisão preventivo de Alandemberg Marinho da Cunha, 26, Marcos Venícios Bezerra Melo, 24, e Carlos Eduardo da Silva Marinho, 33. Todos serão indiciados por homicídio qualificado.Fonte;DN

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça