Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Chocante: Pai abusava filho de 4 anos na frente da esposa na cidade de Quixerambim

FORÇA POLICIAL | 07:36 |

Criança de 4 anos denunciou que pai o abusava sexualmente em Quixeramobim, a mãe escondia e se defende afirmando que era ameaçada. A delegada da Polícia Civil, Anna Cláudia Nery, lavrou um auto de prisão em flagrante de um homem acusado de abusar sexualmente a própria filha de apenas quatro anos, o caso ocorreu na cidade de Quixeramobim, no Sertão Central cearense.
O maníaco vai responder por estupro de vulnerável tipificado no artigo 217-A, do Código Penal Brasileiro e, se condenado poderá ficar até 15 anos na cadeia. De acordo com as informações da Polícia Civil, o bebê confirmou para a delegada que sofria os abusos. A mãe da criança confirmou a versão e atribuiu o seu silêncio por sofrer ameaça do esposo. O depoimento da mulher é chocante ao dizer que o tarado a obrigava a manter relação anal com ela, bem como com o próprio filho. O acusado Francisco José Alves de Oliveira era conhecido por vizinhos como um homem sério, porém, dentro de sua casa a sua personalidade mudava diante de sua chefia. A delegada solicitaria nesta quinta-feira, 04, a prisão preventiva do maníaco. O homem que foi preso, nega qualquer ato criminoso, mas diante das provas, será enviado a Cadeia Pública nas próximas horas.REVISTA CENTRAL

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça