Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

VINGANÇA Casal é executado a tiros dentro de casa em Quixadá

FORÇA POLICIAL | 07:47 |

Uma dona de casa e um carpinteiro foram mortos a tiros dentro da própria casa na tarde de ontem no município de Quixadá, no Sertão Central. De acordo com a Polícia, os autores dos disparos chegaram ao local em uma motocicleta. O alvo seria o filho de uma das vítimas e a mulher dele, que faziam uma visita aos familiares, quando foram surpreendidos pelos atiradores.
Um adolescente foi apreendido. O crime aconteceu na rua José Gabriel, no Bairro Renascer. Madalena Rodrigues da Costa, 36 anos, e o companheiro dela, Edwilson da Silva Sousa, 30, foram atingidos com um disparo de calibre 380 no tórax e morreram no local do crime. Segundo informações da Polícia Civil de Quixadá, no momento em que o filho de Madalena e a companheira iam embora, foram surpreendidos pelos atiradores. Madalena e Edwilson também se refugiaram junto com o casal, dentro de casa. Mesmo com as portas fechadas, os bandidos resolveram atirar e atingiram as vítimas. Madalena e Edwilson foram baleados e morreram. O filho de Madalena e a companheira saíram ilesos. Na casa havia também uma criança de dois anos que dormia no momento em que o crime acontecia. Suspeitos O casal sobrevivente foi levado à Delegacia onde afirmaram que o crime havia sido motivado por vingança. Os dois são apontados como suspeitos de um homicídio no mês de maio. Ao delegado Alexandre Ferraz, o casal disse que as vítimas os abraçaram para protegê-los dos disparos. À noite, uma patrulha do Comando Tático Rural (Cotar) apreendeu um adolescente de 16 anos, apontado como um dos envolvidos no crime. Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38. O jovem confessou ter participado da ação. Outros dois homens foram identificados e ainda são procurados.Fonte;DN
VEJA TAMBÉM;EM QUIXADÁ > Polícia procura assassinos de casal executado dentro de casa
Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar estão à procura dos autores do assassinato da dona de casa Madalena Rodrigues da Costa, de 36 anos e do carpinteiro Edwilson da Silva Sousa, 30 anos. Os criminosos já foram identificados pelo delegado Alexandre Ferraz, titular da Delegacia Regional da Polícia Civil. São ex-presidiários. Ganharam liberdade condicional recentemente. A dupla também é apontada como autora de pelos menos outros três crimes de morte nesta cidade do Sertão Central.
Através das investigações a Polícia confirmou que o alvo era outro casal, um filho da dona de casa e sua esposa. Eles visitavam Madalena da Costa. Foram seguidos pelos assassinos. Já iam embora quando se depararam na porta com os criminosos na porta da casa das vítimas. Os dois casais entraram em pânico e procuraram se refugiar dentro de casa.
Como o imóvel é muito pequeno e não possui saída pelos fundos correram para um quarto e para o banheiro. Segundo as testemunhas o casal foi morto porque tentou defende-los, evitando que os assassinos conseguissem adentrar o quarto e o banheiro. Como não conseguiram atiraram nas portas. Os projéteis perfuraram as folhas de madeira. O carpinteiro estava no quarto, acompanhado do filho de sua companheira quando foi atingido no tórax.
A dona de casa se refugiou no banheiro com a nora. Ela foi atingida por três disparos no tórax. O criminoso efetuou cinco disparos na porta, do mesmo tipo da existente no quarto. A mãe do suspeito deixou uma menina de dois anos órfã. A criança estava dentro de casa, dormindo numa rede, dentro de outro quarto quando o tiroteio ocorreu. Ainda de acordo com as testemunhas o crime foi praticado por vingança.
O alvo era realmente eles, o filho e a nora de Madalena da Costa. Eles são suspeitos do homicídio do comerciante metalúrgico Amaury Carneiro da Silveira, de 53 anos. Ele foi assassinado no dia 10 de maio deste ano. A mãe do suspeito deixou uma menina de dois anos órfã. A criança estava dentro de casa, dormindo numa rede quando o tiroteio ocorreu dentro da sua casa.Diário Sertão Central e DN

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça