Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Professores da UVA decretam greve; paralisação começa na terça-feira

FORÇA POLICIAL | 17:38 |

Os professores da Universidade Estadual Vale do Acaraú (Uva) decidiram, em assembléia na noite da última quarta-feira, 24, aderir à greve das universidades estaduais. Paralisação começa na próxima terça-feira, 30, conforme informações do Sindicato dos Docentes da Uva (SindUva). A principal reivindicação dos professores da UVA é, assim como os da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e Universidade Regional do Cariri (Urca), a realização de concurso público.
Um grupo de docentes está reunido para acertar o cronograma das próximas assembleias e ato públicos. Segundo a presidente do SindUva, Sílvia Helena, 103 professores participaram da assembléia e, dos 98 que votaram, 89 optaram pelo retorno à greve. Oito votaram contra e um se absteve. “Dessa vez fizemos reuniões setoriais em cada campus explicando as dificuldades dos cursos e as promessas que não foram cumpridas pelo governador Cid Gomes, explica. Helena disse que neste semestre 69 disciplinas estão sem professores, número que deve crescer após o fim do contrato de professores substitutos, que encerra em outubro. “O candidato do governador diz que vai levar uma universidade ao Norte, mas e as estaduais? O governo realmente esmaga as estaduais”, completa. Passeata em Fortaleza Nesta quinta-feira, 25, os docentes da Uece, Urca e Uva participam de uma passeata pelas ruas Fortaleza. A concentração do ato público, conforme o presidente do SindUrca, Francisco Augusto Nobre, será às 16 horas, no Centro de Humanidade da Uece, na avenida Luciano Carneiro. De lá o grupo segue em passeata até o Benfica para sensibilizar a sociedade sobre as reivindicações da categoria. Com informações do Jornal O Povo

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça