Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

PISTOLEIROS EXECUTAM NA BALA PARCIENTE DENTRO DE UMA AMBULÂNCIA

FORÇA POLICIAL | 17:46 |

No final da última semana um jovem que estava internado há alguns dias estava sendo transportado entre hospitais da cidade de Caraguatatuba no litoral norte de São Paulo foi morto a tiros próximo a entrada do centro médico São Camilo.

Segundo informações, o motorista da ambulância que transportava Marcos Aurélio Vasconcelos de Ávila foi abordado por dois homens de moto que parou e perguntaram qual era o sexo do paciente que estava sendo transportado. O motorista disse que era um homem e depois disso os criminosos o renderam e pediram a chave para abrir a porta traseira da ambulância. Os autores então abriram a porta traseira e atiraram no paciente. Ainda de acordo com informações Marcos tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas e estava internado desde o dia 11 de agosto por ter sido vítima de uma tentativa de homicídio onde foi alvejado por disparos de arma de fogo. Após atirar no homem dentro da ambulância a dupla fugiu tomando até então rumo ignorado. Um médico chegou a prestar socorros ao jovem, mas ele não resistiu e ali mesmo morreu. O caso já está sendo investigado e a suspeita é que tenha sido um acerto de contas. A delegada responsável pelo caso afirmou que ele tinha várias passagens pela polícia por tráfico de drogas, lesão corporal, porte de arma e ameaça. Repórter Cidades / Plantão Policial

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça