Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

POPULAÇÃO SOBRALENSE COLOCA A "BOCA NO TROMBONE"!

FORÇA POLICIAL | 17:26 |

Nossa equipe de reportagem recebe mais uma reclamação via whatsapp, dando conta do abandono da Rua Monsenhor Domingos, Bairro Padre Palhano, Sobral.

Confira a reclmação na íntegra: Gostaria de fazer uma reclamação! Sou moradora da Rua Monsenhor Domingos, no Bairro Padre Palhano e somos totalmente esquecidos pelas autoridades públicas! Nessa rua mencionada existe um alto onde não tem calçamento e nem asfalto, aqui não sobe ambulância do samu e muito menos viaturas da polícia, facilitando assim a fuga de muitos meliantes! Só moto consegue subir, mas com muito cuidado, pois já aconteceram vários acidentes devido as pedras soltas. Há alguns anos os moradores da rua procuraram a prefeitura para ter alguma explicação pelo descaso ocorrido e disseram que no sistema deles estava como se esse alto já fosse asfaltado! Há pouco tempo os moradores voltaram a prefeitura e dessa vez informaram que esta rua foi inclusa no projeto para ser feito o calçamento, mas agora eu me pergunto: quando sairá esse projeto? E até lá continuamos esquecidos? Chamo atenção das autoridades porque faz bastante tempo que ouvimos esse tipo de promessa e não são cumpridas!
Fonte: Sobral 24 horas com leitor via whatsapp

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça