Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

JOVEM SUAPEITA DE MATAR O PADASTRO NO RN;NEGA O CRIME E ACUSA A MÃE

FORÇA POLICIAL | 12:20 |

Suspeita de ter planejado a morte do padrasto, Carolinne Mayara Barbosa, de 19 anos, nega o crime e acusa a própria mãe de ter assassinado José Janilson Rabelo, de 47 anos, asfixiado e morto a marretadas no dia 21 de agosto em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. A jovem chorou ao ser presa nesta terça-feira (4) na Zona Norte da capital. "Minha mãe nunca gostou de mim, sempre viveu me espancando. Eu sempre cheguei na casa do meu pai pra passar o fim de semana toda roxa dela me espancando. Eu falava pra ela ´mainha, teu marido tá fazendo isso, isso e isso comigo´ e ela só dizia que não queria saber não.", disse Carolinne.
A jovem afirma que a mãe dela, um mês antes do crime, foi até a Caixa Econômica Federal para saber se, em caso de o marido morrer, se ela ficaria com a casa ou teria que arcar com as prestações. "Aí informaram a ela que a casa ficaria quitada e ela ficaria com a casa e o dinheiro da aposentadoria”, afirmou Carolinne. A Polícia Civil ainda procura o namorado da suspeita, identificado como Juano Moisés da Silva Mota, de 34 anos, que continua foragido. Ele é apontado pela Polícia Civil como executor do crime. Delegado de São Gonçalo do Amarante, Márcio Delgado explica que Carolinne e o companheiro fugiram logo após o assassinato. "Fugiram para outro estado, mas ela se afastou do namorado porque disse estar sendo ameaçada. Voltou para a casa do pai biológico quando se sentiu segura. Foi então que fizemos a prisão", afirma. Ainda de acordo com Márcio Delgado, o crime foi cometido por um motivo banal. "Havia uma desavença familiar com o padrasto e a mãe. Não houve sinal de arrombamento, o que nos levou a concluir que o crime foi cometido por alguém de casa", conta o delegado. Carolinne é suspeita de ter planejado o crime. Os mandados de prisão contra ela e Juano foram assinados pela juíza Denise Léa Sacramento Aquino. O crime O corpo de José Janilson Rabelo foi encontrado na sala de casa pela própria mulher dele assim que ela chegou do trabalho. Abalada, ela disse à polícia que o marido não tinha inimigos e que não tinha ideia do que poderia ter motivado o crime. Uma equipe da Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) foi chamada e encontrou uma marreta com manchas de sangue ao lado do corpo. A mulher contou também que nenhum objeto foi levado de dentro da casa e que o portão da residência não tinha sinais de arrombamento. A polícia foi ao endereço dos suspeitos na noite seguinte ao crime, onde conseguiu prender um homem, pois na residência foram encontrados drogas e um revólver calibre 38. As outras duas pessoas que estavam na casa, a Carolinne e o namorado dela, fugiram pelo mangue", afirma o delegado. Fonte: G1 RN

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça