Atenção;Este site contém cenas violentas inadequadas para menores de 18 anos e pessoas sensíveis Aqui assuntos policiais são tratados da mais real maneira possível

Professora é assassinada a golpes de facas pelo ex-marido e suposto autor é encontrado morto

FORÇA POLICIAL | 06:53 |

Na tarde desta última terça-feira (21) uma professora foi morta a facadas pelo ex-marido dentro da própria residência localizada no Setor Santa Luzia em Porangatu (409 km de Goiânia). Segundo relatos de familiares à polícia, o casal que mantinha um relacionamento há 17 anos brigava com frequência e por esse motivo eles se separaram diversas vezes.

Nesta terça-feira eles teriam tido outra discussão, momento em que o ex-marido Hélio Cortês Nunes descontrolado pegou uma faca e desferiu vários golpes no peito da ex-mulher Célia Martins Dutra de 32 anos. Logo em seguida, Hélio fugiu na motocicleta da vítima e ligou para a família dela contando que havia cometido o crime e que não tinha certeza se ela estava viva. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local encontrou Célia já sem vida em cima da cama. Durante a noite, a PM fez várias rondas pela região e foi localizada a moto utilizada por Hélio na fuga. A moto estava abandonada às margens da GO-244 próximo ao Povoado do Estreito. Ainda segundo relatos de familiares, já havia duas semanas que a família insistia para que Hélio saísse da casa que pertencia à vítima, mas ele sempre dava um jeito de permanecer na residência. Célia era professora da rede pública municipal, ela tinha três filhos pequenos com o ex-marido. A Polícia Civil informou que Hélio tinha sido denunciado pela esposa no ano de 2008 pela acusação de agressão.
E na manhã desta sexta-feira (24) o autor do crime foi encontrado morto dentro de um ônibus que saiu de Porangatu com destino ao Distrito Federal. A polícia suspeita de suicídio, mas essa confirmação virá somente após um laudo pericial. Segundo informações Hélio havia se apresentado a delegacia de polícia civil de Porangatu na última quarta feira na companhia de um advogado e foi liberado para continuar respondendo ao crime. O corpo do autor foi levado ao IML do Distrito Federal. Repórter Policial/Alison Maia

Veja Outras Matérias Abaixo:

Seja Profissional Indique Á Fonte Correta; :
Plágio é crime,Veja;No campo penal: “Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003). Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)”.Fonte;Portal A Desgraça